• K8Bank

Microempresas geram empregos e motivam recuperação econômica

As MPE são apontadas como responsáveis pela retomada da economia no cenário pós-pandemia neste último ano.O conceito de fortalecimento da economia local e dos pequenos empreendimentos foi uma das principais tendências econômicas da pandemia. Com as restrições e o distanciamento social, o consumo acabou se concentrando regionalmente. Esse movimento tem impulsionado as Microempresas (MPE) que passaram a ser responsáveis por gerarem três vezes mais postos de trabalho do que os médios e grandes negócios, segundo levantamento do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).


Em março deste ano, quase 60% dos empregos gerados foram de contratação de microempresas. Esse percentual acompanha o crescimento do resultado positivo ocorrido pelo nono mês consecutivo e que no acumulado do ano se manteve superior a 2020. Os estados em que as microempresas mais vêm se destacando na geração de empregos formais são Mato Grosso, Rio Grande do Norte e Santa Catarina, respectivamente.


Na análise recente realizada pelo Sebrae com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), as MPE’s geraram 85,8 mil novos postos de trabalho em setembro.


Isso representa 37% a mais na comparação com o mesmo período de 2020. O acumulado mostra que dos 575 mil postos criados, 82% das vagas de carteira assinada foram geradas por micro empreendimentos.

Nessa realidade o setor de serviços é quem mais tem puxado esse número de novas contratações. No total, foram mais de 224,3 mil novos empregos formais gerados. As atividades de destaque são transporte rodoviário de carga, serviços de escritório e administrativo, contratação terceirizada, serviços engenharia, serviços de apoio a edifícios.


Depois, vem o setor da indústria, com 152,8 mil postos de trabalho, seguido do comércio, com 105,1 mil, construção civil, com 75,3 mil e, por último, a agropecuária, com 23,9 mil.


Afinal, o que são pequenos negócios?


Na definição estabelecida pelo Sebrae, para os setores agropecuário, de comércio e serviços as microempresas são aquelas com até 9 colaboradores. Já no caso da indústria as microempresas são aquelas com até 19 colaboradores. E são consideradas pequenas empresas, no caso setor industrial, aquelas que possuem entre 20 e 99 colaboradores. Para setores de agropecuária, comércio e serviços, as pequenas empresas têm de 10 a 49 colaboradores.


Fonte: Sebrae, Agência Brasil e G1.


39 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo