• K8Bank

Afinal, o que é o sistema PIX?

Atualizado: 8 de mai. de 2021



As fintechs vieram com tudo e para ficar. A tecnologia fez com que atividades antes não usuais nos meios virtuais, migrassem rapidamente e ganhassem espaço na vida dos brasileiros. Se em um passado recente por vezes era necessário ir ao banco ou a qualquer outro lugar físico para resolver assuntos financeiros, hoje muitas soluções são acessíveis na palma das nossas mãos. Neste sentido, o PIX (desenvolvido pelo Banco Central) é mais uma forma de agilizar operações financeiras como transferências, pagamentos e transações por QR Code. A plataforma foi apresentada em 19 de fevereiro de 2020, começará a funcionar em 03 de novembro de 2020 e atingirá pleno funcionamento em 16 de novembro.


Como mencionamos, a principal característica do PIX é a velocidade. Os valores devem ser transferidos em até 10 segundos! Além disso, o sistema estará disponível 24 horas por dia e 7 dias por semana para quem possui conexão com a internet. Cada instituição com mais de 500 mil contas ativas terá que, obrigatoriamente, adaptar seus sistemas ao PIX.


O BC (Banco Central) está liderando o processo de implantação do sistema, entretanto, conta com a construção colaborativa e apoio de diversas instituições e usuários finais na fase de testes. Um dos objetivos com a implantação do PIX é aumentar a eficiência e a competitividade do mercado de pagamentos de varejo no Brasil, com a inclusão de novos modelos de negócio no setor e clientes desbancarizados.


O que você poderá fazer utilizando o Pix:

  • transferências entre pessoas;

  • pagamento de contas e boletos;

  • recolhimento de impostos e de taxas de serviços (como emissão de passaportes, por exemplo); e outros.

A efetivação pode ser realizada via QR Code, uso de chave de endereçamento (senha) ou tecnologias de aproximação, por exemplo.


Apesar do cenário de mudanças rápidas promovidas em virtude da pandemia pelo COVID-19, o PIX certamente trará benefícios ao comércio tradicional uma vez que as formas de pagamento instantâneas já estarão acopladas às rotinas dos brasileiros.


Quer mais conteúdo? Temos duas dicas: Um documento de 38 páginas com muita informação didática sobre o PIX, e este outro para aqueles interessados em entender essa novidade com maior profundidade técnica (são 164 páginas de muito conteúdo).



19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo