• K8Bank

5 Etapas Para o Planejamento Financeiro do seu Negócio


Planejar é elaborar um roteiro de ações que tem como resultado atingir um ou mais objetivos específicos.


Um dos primeiros pontos a serem desenvolvidos em uma empresa, em um cenário ideal, é o planejamento financeiro. É ele que passa um pente fino nas finanças da empresa e norteia os próximos passos do negócio com mais segurança. Então, entender o que ele é e saber como usá-lo, torna possível vislumbrar e adaptar as ações conforme a necessidade.


O setor financeiro é uma das áreas vitais e de grande importância dentro de um negócio, pois é o departamento que tem obrigações relacionadas às despesas, rendimentos e receitas.Ele é um indicador sobre a saúde do negócio.


Por isso, separamos dicas para que você e sua equipe, independente do tamanho da sua empresa, possam aplicá-las:


Dica 1 - Sistema informatizado de gestão financeira


Se você ainda não possui um sistema de gestão financeira, esse é o momento de pensar em começar a usá-lo. As vantagens como: ganho de tempo, organização, emissão de relatórios, controle de estoque, entradas e saídas financeiras, são pontos fundamentais de qualquer gestão e devem estar, sempre que possível, automatizados.


Dica 2 - Defina claramente o objetivo do negócio


O objetivo é aquilo que se pretende alcançar por meio de ações e que é razão de existir de uma empresa, portanto deve ser e servir como bússola para todas as decisões empresariais.

Ele costuma ser definido durante o planejamento estratégico da empresa onde são analisadas forças e fraquezas, oportunidades e ameaças do negócio além da definição da missão, visão e valores que, por fim, é uma forma de não se perder na jornada estratégica e manter o foco no que se almeja alcançar.


Dica 3 - Defina metas


Metas são etapas para que o objetivo da empresa seja atingido. Elas servem para orientar os colaboradores para que todos estejam alinhados nas suas ações.


Elas devem ser:

- escritas de forma clara para que não tenham dupla interpretação,

- devem ser quantificáveis para ter indicadores numéricos para ser viável verificar sua eficácia,

- devem ser alcançáveis, realistas e;

- ter prazo para execução.


Mantenha as metas de curto, médio e longo prazo sob revisão para saber se estão sendo cumpridas, se fazem sentido, se são alcançáveis ou se precisam ser repensadas e redefinidas.


Dica 4 - Trabalhe com um fundo de reserva financeira


Tenha dinheiro em caixa para eventuais mudanças do mercado. Isso costuma ajudar a empresa a ter um tempo para se reorganizar frente ao novo cenário apresentado. É o que determina a resiliência da empresa em tempos difíceis e é claro, a qualidade do sono do empresário.


Dica 5 - Tome decisões


Após organizar tudo e ter os indicadores financeiros você terá dados para tomar decisões sobre os próximos passos da empresa, como, por exemplo, se é o momento de investir, reduzir ou mesmo eliminar gastos.


Por fim, o planejamento além de possibilitar a organização traz mais tranquilidade para o dia-a-dia da empresa.


Se você tiver dicas, sugestões de conteúdo ou qualquer outro assunto que queira conversar conosco, fique à vontade para nos enviar em nossos canais de comunicação oficiais Instagram, LinkedIn, Facebook e/ou por nosso e-mail: contato@k8bank.com.br


25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo